sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Luz, Câmera, Ação: Martin Scorsese


                Dando prosseguimento aos profissionais que cuidam da mágica por trás das câmeras, este diretor descendente de italianos católicos costuma combinar violência (já sabemos que isso vende muito no show business!) com ótimas histórias: com vocês Martin Scorsese.
                Martin Charles Scorsese, nasceu no Queens, em Nova York em 17/11/1942. É cineasta, roteirista, produtor e até se arrisca do outro lado das câmeras como ator. Chegou até a pensar em ser padre (ainda bem que desistiu, amo seus filmes!). É considerado um dos maiores diretores de todos os tempos.
                 Frequentou a escola de cinema da Universidade de Nova York. Foi nessa escola que conheceu o ator Harvey Keitel, e começaram parcerias em curtas metragens. Seus filmes geralmente tem uma boa dose de violência, muitos mostrando a vida das ruas e do crime, gangues, filmes de máfia e autoridades corruptas. Mas também é capaz de fazer algo totalmente diferente, como o romance  A Época da Inocência (pra mim, o romance mais bonito, choro horrores! rs), ou o filme de aventura recheado de efeitos especiais A Invenção de Hugo Cabret.
                 Muitos de seus filmes, assim como Woody Allen, também se passam em sua cidade natal. Porém, a visão de Scorsese da cidade é mais sombria, obscura, violenta, muito diferente do que se vê nos cartões postais... Um dos recursos muito utilizados pelo diretor em seus filmes são a câmera lenta e a imagem congelada na tela (como se fosse uma fotografia). Também utiliza muito o "tracking shot", onde a câmera acompanha o movimento de um ator ou objeto, movendo-se juntamente com ele.
                   É conhecido por seus filmes longos, o campeão deles, O Lobo de Wall Street, tem 180 minutos. E por falar nesse filme, Leonardo DiCaprio é o segundo ator que mais trabalhou com Scorsese (fez cinco de seus filmes). O campeão ainda é Robert De Niro (do qual o diretor se tornou grande amigo ainda nos anos 70) que estrelou oito de seus filmes. Muitos pop stars também já atuaram em seus filmes, como David Bowie (A Última Tentação de Cristo) e Gwen Stefani (O Aviador). Ele também já dirigiu alguns documentários sobre estrelas do pop e rock como Rolling Stones e Bob Dylan. Participou também da criação da série Vinyl da HBO, que infelizmente ficou só na primeira temporada.
                  Seu primeiro filme a se destacar foi Alice Não Mora Mais Aqui, estrelado pela atriz Ellen Burstyn, em 1974, o qual deu a Ellen o Oscar de Melhor Atriz. Em 1976 surpreende com Taxi Driver, em um dos retratos mais crus e violentos da vida em Nova York levado às telas. O filme teve quatro indicações ao Oscar, mas não levou nenhuma, porém levou a Palma de Ouro em Cannes. Muitos consideram Touro Indomável, lançado em 1980, sua obra prima. Teve oito indicações ao Oscar e ganhou de Melhor Ator para Robert De Niro e Melhor Edição (Thelma Schoonmaker).

                       Em 1988 causou grande furor e protestos contra seu filme A Última Tentação de Cristo, baseado na obra de Nikos Kazantzákis. Em 2007, depois de a Academia passar tanto tempo sem dar o braço a torcer, ele ganhou o Oscar de Melhor Diretor pelo filme Os Infiltrados. Porém, ele já tinha grande reconhecimento do público e uma legião de fãs de longa data. Scorsese é ainda presidente da Film Foundation, uma organização não lucrativa que se destina a preservação de filmes mudos.



                      Sua filmografia:

  • Quem Bate à Minha Porta? (1968)
  • Sexy e Marginal (1972)
  • Caminhos Perigosos (1973)
  • Alice Não Mora Mais Aqui (1974)
  • Taxi Driver (1976)
  • New York, New York (1977)
  • Touro Indomável (1980)
  • O Rei da Comédia (1983)
  • Depois de Horas (1985)
  • A Cor do Dinheiro (1986)
  • A Última Tentação de Cristo (1988)
  • Os Bons Companheiros (1990)
  • Cabo do Medo (1991)
  • A Época da Inocência (1993)
  • Cassino (1995)
  • Kundun (1997)
  • Vivendo no Limite (1999)
  • Gangues de Nova York (2002)
  • O Aviador (2004)
  • Os Infiltrados (2006)
  • A Ilha do Medo (2010)
  • A invenção de Hugo Cabret (2011)
  • O Lobo de Wall Street (2013) 
  •  
     
       Documentários:
  • Street Scenes (1970)
  • Italianamerican (1974)
  • The Last Waltz (1978)
  • American Boy: A Profile of Steven Price (1978)
  • Bad (1987)
  • A personal Journey with Martin Scorsese Through American Movies (1995)
  • My Voyage to Italy (1999)
  • Feel Like Going Home (2003)
  • No Direction Home: Bob Dylan (2005)
  • Val Lewton: The Man in the Shadows (2007)
  • Shine a Light (2007)
  • George Harrison: Living The Material World (2011)
      

       Séries:
  • Boardwalk Empire (2010-2014)
  • Vinyl (2016)
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário