quarta-feira, 12 de julho de 2017

Lula: A alma mais honesta do Brasil é condenada

             Nesses últimos meses não tenho tido muito tempo para acompanhar a política brasileira. E devido a velocidade de escândalos que nosso país produz fica difícil mesmo! Mas essa notícia não dá para ignorar (seja por amor ou ódio, o fato é que não ficamos indiferentes): a condenação do ex- presidente Luiz Inácio Lula da Silva em primeira instância, em um dos processos em que consta como réu.
             O juiz Sérgio Moro condenou Lula pelo "caso triplex", por corrupção e lavagem de dinheiro. Através desse processo a justiça entendeu que o ex-presidente é sim o dono do imóvel mais famoso do Guarujá, no litoral de São Paulo, num acordo com a empreiteira OAS, em troca de favores na Petrobras.
             É a primeira vez que um cidadão que foi presidente é condenado por um crime comum. A sentença foi um total de nove anos e seis meses (é Lula, se continuar assim, não vai rolar um semiaberto). O juiz Moro considerou existirem provas do recebimento de R$ 2,2 milhões em propinas. Que fique claro que é só um processo, ele ainda é réu em mais quatro processos.
             O juiz nas mais de duzentas páginas de sentença, ainda cita condutas impróprias por parte da defesa no decorrer do processo. Moro determinou ainda que Lula não exerça cargo ou função pública pelo dobro de sua pena, dezenove anos. Mas pasmem, no país dos absurdos, é claro que isso não basta para tirar Lula das eleições pela "ficha limpa", já que Moro é um juiz de primeira instância. Mas independente de qual lado você se encontre, temos que admitir que nenhum outro magistrado até hoje no país, teve "tanto peito" para enfrentar tantos políticos e poderosos. Que Deus o proteja, e que sem fazer campanha para nenhum candidato, em 2018 tenhamos um presidente que não passou pelo banco dos réus (sei que fica difícil achar alguém, mas não podemos perder a fé!!).

Nenhum comentário:

Postar um comentário